segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Flashback: Vasectomia: Post 1 e 2 - Reflexões sobre a Felicidade


Olá!

Começo a republicar alguns dos posts antigos do blog.
Segue abaixo os dois textos sobre a Vasectomia e as minhas reflexões sobre a felicidade, ambos resultaram em um debate interessante, gostaria de saber a sua opinião.
Sintetizei os dois posts em apenas 1 para vocês lerem ele por completo.


Texto 1:

Bah!

Ando pensando direto em fazer vasectomia. Sério, não gostaria de botar ninguém nesse mundo para sofrer e principalmente não quero dividir o pouco que estou conquistando com alguma aproveitadora.

Já estou estudando os custos e os procedimentos, acho que de 2015 não passa.
Parabéns Kapião!

Filhos são passivos, corroem toda a independência do homem.
Sempre digo que filhos e família afundam mais ainda os pobres na miséria e os fazem escravos dos patrões, não quero isso pra mim. Observem as favelas, quanto mais crianças mais pobres são as famílias. Infelizmente esse é o circulo infinito da pobreza.

Respeito quem têm filhos, mas esses são os que sempre estão reclamando da falta de liberdade e de dinheiro.

Legal Fera! Ficou uma merda!

Na real, eu não seria um bom pai, não nasci para isso.
Quando eu estiver rico vou PENSAR novamente nesse assunto.


Texto 2:


Quinta-feira fui ao meu urologista para tirar algumas dúvidas sobre a vasectomia. Cheguei lá crente que ele ia ser a favor da operação, afinal eles ganham sempre uma grana com essas operações, me enganei. O cara me desmotivou muito, pediu porque eu queria fazer isso e eu expliquei que era por motivos econômicos, porque quero ter filhos apenas quando estiver financeiramente independente. O argumento que ele usou foi como um tapa na cara:  
- A cirurgia de reversão da vasectomia custa R$ 15.000,00 e não é 100% garantida. Vai que tu arranja uma namorada 10 anos mais nova de olho azul e não consegue fazer um filho nela.

Foram bons argumentos. E eu ainda estou pensando no assunto.

Encerramos o papo da vasectomia e ele começou a falar sobre felicidade. Ele falou que existem 3 tipos de felicidade:

1- A felicidade de adquirir algo que seja desejado, tipo um carro ou uma mulher. Ele falou que esse tipo de felicidade termina logo depois que você conquista o objeto de desejo.
2- A felicidade no que se faz. Sucesso no trabalho, fazer aquilo que gosta, melhorar ou aperfeiçoar um método, fazer cada vez melhor.
3- Felicidade que transcende o individual. Ficar feliz em fazer o bem para os outros, pode ser um trabalho voluntário ou caridade.
Mestre!!!
Ele como médico me falou emocionado que no trabalho dele ele ele tem a felicidade 2 e 3. Que quando faz o trabalho dele que ele gosta (felicidade 2) ele melhora a vida das outras pessoas (felicidade 3). Meu médico, apesar de ser um cara de uns 30 anos, disse não ter grandes ambições do tipo mansão e carrão, embora ele possa ter essas coisas.

Apliquei para mim esses três tipos de felicidade e cheguei a uma triste conclusão:

1 - Ainda não adquiri a independência financeira, não sou feliz neste quesito.
2 - Não gosto muito do meu trabalho, ainda não me sinto realizado. (Atualmente eu gosto!)
3 - Ainda não faço o bem para os outros, mas penso muito em ajudar animais, velhos e crianças doentes. Legal isso mas eu tenho que me ajudar primeiro para depois ajudar os outros.

Como esse blog é uma espécie de diário, confesso meus sofrimentos por aqui. Estou vendo que faço muitas poucas coisas que realmente gosto. Depois dessa conversa com meu médico cheguei a conclusão de que tenho que melhorar de vida urgente, logo vou postar as atitudes que estou começando a tomar.

Abraços e reflita sobre a vida.




$2


16 comentários:

  1. Filho só é bom o dos outros, caso você queira muiiito ter um filho tu tem duas alternativas.
    Congelar o espermatozoides através de criogenia (dura até 10 anos) ou tirar direto do saco.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filho eu quero, só não quero que ele cresça pobre, estude em escola do estado e não fique largado no mundo como eu fui.
      Se eu fosse bilionário eu gostaria de ter 12 filhos, iria montar uma tribo, cada um de uma mulher diferente de países diferentes.

      Iria ser bem bacana.

      Excluir
    2. Eu faria o mesmo.
      Já pensei em fundar meu próprio país em uma base marítima gigantesca.
      Seria uma cidade industrial, só com mulheres operárias e eu o rei delas, em um local só com mulheres elas não teriam em quem se encostar.
      E eu seria o Gengis Khan moderno hahahaha

      Excluir
    3. Hahaha boa ideia! É uma boa possibilidade kkkk.

      Excluir
  2. Olá Capitalista, sei que isso você já deve ter ouvido, mas vale reiterar. Quando chegar a hora de você ter os catarrentos, você vai saber. Creio que ando passando pelo mesma situação que a sua. Como ter um filho em um país que só se tira e suga cada vez mais. Não quero ter filho para ser pobre, ou ter zica, ou dengue, ou fome ou a porra toda que andam nos oferecendo. No mais, tudo é amadurecimento.

    Favoritei seu blog lá no meu, depois aparece por lá. Comecei tem pouco tempo.

    Forte abraço.

    http://corridadosratosafuga.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é RI, não somos os únicos a pensar deste jeito.
      Vou adicionar vc na minha lista de blogs ainda hj e vou acompanhar seus posts.

      Abraço!

      Excluir
  3. Republique aquele post que fala sobre a crueldade do capitalismo para os que não merecem viver nele,foi um um dos textos mais interessantes que eu já li na internet.

    ResponderExcluir
  4. Muito enriquecedora a leitura, obrigado por compartilhar.
    No que se refere ao stage 01 da felicidade por você citada (a da conquista) está perfeitamente colocada, o prazer está na jornada.
    A 2 é sobre sucesso pessoal, amadurecimento, evolução. Show
    A 3 é sobre fazer um mundo melhor. Como dizem por aí, se você não está fazendo a vida de alguém melhor, está desperdiçando seu tempo aqui embaixo.

    Forte abraço e continue nos brindando com esse nível de postagem.

    ResponderExcluir
  5. http://www.anael.org/pt-pt/castra%C3%A7%C3%A3o-masculina-vasectomia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Bíblia dá orientação em relação à vasectomia?

      Sim, em Deuteronômio 23:1 diz: “Aquele a quem forem trilhados os testículos ou cortado o membro viril, não entrará na assembleia do Senhor”.

      Eu não sabia disso!

      Excluir
  6. Grande capitalista pobre, tenho 17 e a meta é fazer logo que virar os 18.
    Deus me livre de ter um ser atrelado a minha pessoa quase que eternamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu!

      Que bom que vc com essa idade já está consciente do gasto e da responsabilidade que é ter um filho.
      Começando a poupar cedo, logo vc já terá usa independência financeira!

      Siga firme!

      $$$

      Excluir
  7. Eu gosto do número dois. Tou com três livros de 1k de página e três de 500 que estou doido pra ler. Acho o máximo ver prazer no que é vital e considerado chato pelos outros, porque é uma oportunidade incrível. Por mim, eu não teria mais lazer só trabalharia porque trabalho dá lrazer quando você ama o dinheifo, assim como leitura deleita o apreciador de conbecimenfo.

    ResponderExcluir