sexta-feira, 13 de outubro de 2017

E O MEU LEGADO?


Já pararam para pensar no que vamos deixar nesse mundo após a nossa morte?
Minha existência tem algum sentido nesse mundo?
É possível um JPBF deixar um legado para a humanidade?
O meu dinheiro vai servir para ajudar alguém além de mim?

Estou com meus 30 e poucos anos e várias coisas passam pela minha mente.

Você sente necessidade de deixar algo para o futuro?

7 comentários:

  1. Essa ideia de deixar legado já me levou a ficar preso em muitas culpas que nem eram minhas! Deixar um legado no mundo pode ser notável, mas se essa vontade vem por conta de desejo de agradar outros, pode acabar te consumindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei do seu raciocínio.

      Nosso legado deve ser bons valores, a coisa mais cara do mundo.

      Excluir
  2. Sim, já pensei nisso, por enquanto não tenho nada, mas penso talvez (num futuro distante)em ter um filho e passar todos os meus ensinamentos e patrimônio para ele, isso claro, depois que eu já estiver bem financeiramente, e depois de ter curtido a vida e aprendido bastante

    ResponderExcluir
  3. Oi CP.

    Já pararam para pensar no que vamos deixar nesse mundo após a nossa morte?
    Acho que estas perguntas são muito comuns. Já me deparei com todas elas. Todas elas podem ter diversas respostas, dependo da pessoa. Escolho ser otimista nas repostas.

    Minha existência tem algum sentido nesse mundo?
    Ter uma religião me ajuda a responder esta pergunta. Acredito que sim e sou grato por ter esta chance de estar neste mundo.

    É possível um JPBF deixar um legado para a humanidade?
    Muitas pessoas começaram por baixo e deram a volta por cima. Você deve conhecer algumas pessoas de sucesso que vieram "do nada". Então, sim, é possível. Depende do JPBF, da vontade de ser melhor, talvez de um pouco de sorte.

    O meu dinheiro vai servir para ajudar alguém além de mim?
    Com relação a dinheiro, tenho filho. Então, obviamente, preciso fazer que minhas posses o ajude a ter uma vida digna no futuro. Tento ajudar outras pessoas também, mas nesse campo eu posso melhorar um bocado.

    Você sente necessidade de deixar algo para o futuro?
    Eu penso que tenho que evoluir. Ser uma pessoa melhor a cada dia, fazendo as coisas corretamente, sendo honesto, usando a boa educação que recebi. Acho que isso por si só já é uma boa contribuição para a sociedade e tem um potencial de deixar um bom legado para as pessoas que me cercam. Ter filho me motiva ainda mais a ser uma pessoa melhor e deixar algo bom para o futuro.

    Boa sorte nas suas reflexões!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Pensando rápido aqui, acho que só existem três formas de legado:

    1) Ter filho e criar um bom ser humano. Leia-se: contribuir com a raça humana colocando no mundo um ser que não seja um imbecil.

    2) Deixar conhecimento, cultura, literatura. Francamente, acho que não vou deixar nada minimamente próximo disso, nem tenho essa ambição, mas essas coisas são uma forma de legado.

    3) Deixar dinheiro, do tipo Bill Gates que vai deixar a maior parte da fortuna pra própria fundação. Também não tenho essa ambição.

    Então se eu deixar algum legado, será um filho que não seja um babaca. Acho que já tá de bom tamanho, considerando que muita gente nem isso consegue.

    ResponderExcluir
  5. Bem legal o tema do post, é algo que está na moda hoje.

    Não sinto a necessidade de deixar um legado, e acho isso um narcisismo total.

    Essa é a nova onda do momento: "O que você vai fazer/deixar para o mundo após sua partida?"

    Minha resposta é: Nada demais, vou apenas ser honesto, trabalhar, ajudar quando puder (já trabalhei em eventos beneficentes, doação de brinquedos), enfim, ajudar também é dar carona para algum amigo que vá para o mesmo lugar que você, ajudar no trabalho, ensinar algo a alguém sem experiência, ajudar (cobrar menos, ou as vezes não cobrar) um cliente (que não tenha condições, é claro) que teve prejuízo com outros prestadores de serviço, enfim, quando puder ajudar de alguma forma, ajude. Qualquer favor que você fizer, é uma forma de ajudar, é isso que você deixa para o universo.

    Esse negócio que se fala hoje, em filantropia, pra mim não passa de hipocrisia, é coisa de bilionário, que vai doar tudo para a própria fundação, para não pagar imposto sobre o patrimônio, e a família continuar no comando das empresas, após a morte do fundador. (vide fundação Bradesco, Bill e Melinda Gates).

    E as pessoas estão querendo "deixar algo" pro mundo, como se o mundo se importasse com elas..

    Não basta apenas sobreviver, viver, fazer alguns amigos, constituir família, viajar, acumular certo capital, é preciso deixar algo, ser admirado, como se o mundo girasse à sua volta.

    Enfim, vale a reflexão, mas no mais, a vida é individual, você tem que viver a sua da melhor maneira possível, pois a morte é certa.

    Abraços

    Att,
    Pretoriano

    ResponderExcluir